Publicado em 04/01/ 2022

Carga Fracionada: o que é e quais são as suas características?

Você já deve ter ouvido falar sobre carga fracionada e carga completa. Apesar de serem modalidades importantes de envio, ainda existem muitas dúvidas sobre o que é uma carga fracionada e em que casos vale a pena utilizá-la.

A verdade é que é extremamente importante conhecer esse tipo de carga e entender em que você precisa prestar atenção na hora de contratar o frete.

Quando o assunto é o transporte, todo cuidado é pouco:

Uma entrega bem planejada, com bons parceiros comerciais, pode fazer toda a diferença na hora de fechar uma venda.

É determinante pelo valor final do produto (produto + frete). Quantas vezes você já desistiu de fazer uma compra porque o valor do frete era alto demais?

E também é determinante pelo prazo de entrega. É bem provável que você também já tenha desistido de compras por causa do prazo muito longo para a entrega do produto.

A gente quer, e a gente quer agora. E com preço bom.

Para conseguir essa equação mágica que garante mais vendas, um dos pontos mais importantes é ter boas parcerias.

Você deve estar se perguntando: mas como eu vou saber o que, exatamente, é uma boa parceria?

Vamos lá:

Para conseguir boas parcerias, é preciso saber o que negociar quando o assunto é carga fracionada.

E esse é, justamente, o principal objetivo deste artigo: ajudar você a entender o que é uma carga fracionada e quais elementos devem ser levados em consideração na hora de contratar o frete para fazer suas entregas de forma eficiente.

O que é carga fracionada?

Carga fracionada: o que é e quais as características?

Carga fracionada é quando um caminhão contém pequenos volumes, de dois ou mais clientes, na mesma viagem. Ou seja, cada cliente tem apenas uma pequena quantidade de mercadoria para ser entregue.

Esse tipo de envio traz diversos benefícios:

  1. As transportadoras otimizam o tempo: como enchem o caminhão com vários produtos, de vários clientes, otimizam o tempo de entrega. Imagine se fosse necessário fazer diversas viagens para fazer essas mesmas entregas.
  1. As transportadoras também otimizam o espaço do caminhão: com a mesma lógica do item anterior, o espaço é muito melhor utilizado, já que é dividido por vários clientes.
  1. Os contratantes do transporte têm custos menores: tanto o frete como outros custos, como pedágios, são divididos entre mais empresas. Além disso, cada um paga apenas pelo espaço utilizado dentro do caminhão.
  1. Os clientes (os que compraram os produtos), também saem beneficiados: o frete custa menos e os pedidos são entregues nos seus endereços.

Exemplo de carga fracionada

Uma transportadora tem 10 cargas para entregar na região X. Essas 10 cargas são de empresas diferentes e são produtos diferentes, porém, todas deverão ser entregues na mesma região. A transportadora vai dividir o caminhão para fazer as 10 entregas em uma viagem só. 

Uma das empresas contratantes vai ocupar um espaço de 40% do caminhão. Portanto, ela vai pagar por um valor proporcional ao espaço ocupado.

A segunda empresa ocupa 20% do espaço do caminhão.

Os 40% restantes do espaço serão ocupados pelas caixas das outras oito empresas. Cada uma pagará apenas pelo espaço que ocupa.

Assim, o caminhão ficará carregado da seguinte maneira:

Simulação da carga do caminhão para empresas diferentes.

Quais os desafios da carga fracionada?

Tanto para as transportadoras, como para os contratantes e os clientes finais, a carga fracionada tem seus desafios a serem superados.

São diversos benefícios, mas muitos pontos devem ser observados para que a carga fracionada seja eficiente e cumpra com seu papel de oferecer um bom custo x benefício.

Vejamos alguns desses desafios:

  • Pode ser necessário, em alguns casos, reunir mercadorias semelhantes para consolidar um espaço em um caminhão. É o caso de produtos frágeis ou de alto valor, produtos químicos, alimentos e cargas perigosas. Para evitar contaminações ou avarias, esses grupos não podem dividir cargas com outros tipos de produtos;
  • Pode aumentar o prazo de entrega, já que uma das características da carga fracionada é fazer várias entregas;
  • Precisa de um monitoramento cuidadoso, pois o caminhão percorrerá vários locais, fazendo várias entregas, com muitas mercadorias dentro até chegar ao último destino. É necessário investimento em mecanismos de segurança, monitoramento em tempo real da carga, planejamento de rotas seguras e contratação de seguro para a carga;
  • Planejamento eficaz: é preciso traçar uma rota inteligente, com entregas otimizadas, para que seja possível reduzir custos e cumprir com os prazos de entrega;
  • Infraestrutura das rodovias: a carga fracionada é uma característica forte das transportadoras rodoviárias. Problemas como falta de pavimentação, buracos e falta de sinalização, são obstáculos para a qualidade e agilidade das entregas;
  • Cobertura: é importante optar por transportadoras que tenham estrutura para realizar as entregas sem terceirizações. Usar mais de uma transportadora para completar o trajeto pode aumentar o custo do transporte e também o prazo de entrega.

Carga fracionada vale a pena?

Carga fracionada vale a pena?

Quando bem planejada, a carga fracionada tem um ótimo resultado.

Além disso, para muitas empresas que trabalham com vendas diretas ao consumidor final, a carga fracionada é a única forma de fazer a entrega das mercadorias.

Ela vale a pena quando levamos em consideração algumas características:

O custo, uma vez que as mercadorias ocupam pouco espaço no caminhão, permitindo que o frete seja rateado entre várias empresas.

A carga fracionada é muito usada em relações comerciais B2C (entre empresa e consumidor final).  É o caso dos e-commerces, que precisam fazer pequenas entregas em todo o país, para centenas e ou milhares de consumidores diferentes. A carga fracionada é a melhor solução para casos assim.

Diferença entre carga fracionada e carga completa

A carga completa é uma carga fechada.

Diferente da carga fracionada, que é dividida entre várias entregas de várias empresas, na carga completa todo o espaço do caminhão é usado por apenas uma empresa, sem divisão.

Uma carga completa é recomendada para diversos casos:

  • O volume da carga de uma só empresa é grande o suficiente para usar todo o espaço do caminhão;
  • O tipo do produto transportado requer que vá sozinho no caminhão, como produtos químicos ou cargas perigosas;
  • Necessidade de entrega imediata e urgente, como de um produto altamente perecível, que requer que o caminhão vá direto para a entrega ao destino, sem escalas;  
  • Quando o manuseio da carga não compensa, ou seja, ratear a carga e entregar em vários locais vai gerar mais custos ligados a descarga e reorganização das mercadorias, no que realizar uma entrega direta.

Carga completa e carga fracionada são bem diferentes uma da outra.

Mas nenhuma delas é menos ou mais recomendada. Cada uma tem suas características bem específicas e o que vai definir qual é melhor, é a necessidade do contratante.

A carga fracionada sempre existiu?

Não.

Alguns anos atrás, era necessária uma cadeia de transporte bem mais longa para que um produto fosse entregue.

As indústrias entregavam para distribuidores.

Os distribuidores entregavam para os atacadistas.

Os atacadistas entregavam para as lojas.

E as lojas vendiam o produto para o cliente final.

Foram as vendas pela internet que fizeram surgir diferentes formas de envio. O surgimento das vendas online aproximou muito mais as indústrias e os distribuidores, dos consumidores finais.

Isso fez com que os intermediários fossem excluídos de muitas transações, eliminando a necessidade de uma loja física, por exemplo, para que o produto chegue até as mãos do cliente.

Como esse fenômeno vem crescendo cada vez mais – compramos cada vez mais pela internet – as cargas fracionadas também vem aumentando no mesmo ritmo.

Mas, para que não haja problemas, é importante garantir que essas entregas sejam seguras.

Uma das formas mais eficientes é a contratação de seguro.

Seguro para cargas fracionadas

A contratação de seguro para cargas fracionadas e para cargas completas, funciona da mesma maneira. Cada empresa que contrata um espaço no caminhão, contrata o seguro de acordo com a nota fiscal dos seus produtos.

Aqui você pode fazer uma simulação de seguro de carga para um envio fracionado, dessa forma terá uma ideia do valor.

Conclusão

A opção de carga fracionada pode ser a melhor solução para o seu negócio, caso suas entregas tenham estas características: pequenos volumes com diferentes destinos.

Um frete com preço justo e entrega ágil é determinante para que as vendas aconteçam e cresçam cada vez mais. Apostar nas entregas com cargas fracionadas pode ser o caminho mais fácil para esse resultado.

Mas, para que seja eficiente, é essencial encontrar uma solução estratégica, que conecte as empresas contratantes, os transportadores e os clientes finais.

É importante encontrar bons parceiros, transportadoras confiáveis, que façam monitoramento da carga. Além disso, elas devem ser muito bem organizadas na hora de planejar a rota das entregas, para que a agilidade não fique comprometida.

Procure por transportadoras que tenham uma boa cobertura geográfica, eliminando a necessidade de contratação de terceiros. Isso vai reduzir os custos do frete – um ponto essencial para o seu cliente.

É preciso encontrar a empresa certa para transportar sua carga fracionada e criar um diferencial para aumentar a satisfação do cliente, reduzir custos e aumentar o lucro da empresa.

Conhecer todos os benefícios e desafios da carga fracionada é essencial para que você saiba que tipo de transportadora está procurando e entenda pelo que está negociando.

Gostou do conteúdo? Conta pra gente aqui nos comentários se você já passou por algum problema usando cargas fracionadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe este conteúdo
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no google
Google+
F-azul-transp.png

Seja um assinante Frete com Lucro e receba conteúdos exclusivos.