Como-contratar-motorista-profissional-para-sua-frota
Como contratar motorista profissional para sua frota 6 Passos importantes!

Como contratar motorista profissional para sua frota? 6 dicas importantes!

O sucesso da sua transportadora, independentemente do porte, está relacionado à equipe. Desse modo, é importante contar com bons profissionais em todos os setores do seu negócio. E pensar sobre isso traz a necessidade de ter atenção ao contratar o motorista.

Ele é um profissional precisa ter responsabilidade, seguir as leis de trânsito e trabalhar segundo os valores da sua empresa. Então o processo seletivo deve cumprir algumas etapas, que viabilizem a contratação de um motorista adequado para fazer o transporte de cargas.

Quer saber como contratar um motorista profissional para compor seu time? Então confira 6 passos importantes para alcançar bons resultados nessa investida. 

Acompanhe este post e saiba como proceder!

1. Defina o perfil profissional que você busca

O primeiro passo para contratar um bom motorista para sua frota é saber exatamente qual profissional sua empresa procura. Então, além de analisar detalhes do currículo — como histórico e experiência, defina quais características você busca na pessoa.

Aqui entra a importância de o candidato ter habilidades ligadas ao comportamento e relacionamento interpessoal. Ter um motorista que saiba se comunicar bem no momento da entrega e ao lidar com equipes de outros setores da transportadora são pontos a observar. 

Outro fator é saber, ainda, se ele é organizado com os documentos para não confundir prazos e clientes na hora das entregas. É preciso também que ele saiba lidar bem com a pressão do trabalho, visto que o setor das transportadoras, muitas vezes, tem prazos apertados, imprevistos e cobranças. 

Dessa maneira, é essencial ter alguém que consiga gerir o tempo para que isso não atrapalhe sua rotina de trabalho. Ao listar todas as características que você espera do motorista se torna mais fácil conduzir o processo seletivo.

2. Faça uma descrição completa da vaga

Ao descobrir quais habilidades sua empresa procura no motorista, é possível detalhar melhor a oferta da vaga. Além das características que o caminhoneiro deve ter, o anúncio da oportunidade de trabalho precisa envolver outros aspectos.

Indique, por exemplo, como será a rotina de trabalho, forma de contratação, benefícios oferecidos, abrangência da região atendida pela transportadora etc. Com isso, os profissionais que não se encaixam na vaga evitam enviar o currículo, agilizando o processo de seleção para a transportadora.

Para fazer o anúncio, procure agências ou sites de recrutamento ligados à área de transporte de cargas. Dessa forma, são maiores as chances de os motoristas profissionais tomarem conhecimento da oportunidade. Essa é uma forma de preencher a posição mais rapidamente.

3. Deixe claro a missão e valores da empresa

Nas conversas que supervisores e profissionais de RH tiverem com o candidato, é fundamental deixar claro a missão e valores da transportadora. Assim, o motorista entende qual é o ambiente de trabalho da empresa e se está disposto a firmar esse compromisso.

Esse é um aspecto importante, pois este cargo exige que o profissional passe muito tempo na estrada e precise ter responsabilidade na direção. Ou seja, ele representa o nome da sua transportadora, por isso deve trabalhar de acordo com a cultura da empresa.

4. Avalie a experiência e histórico profissional

Ao se tratar de processo seletivo, é preciso ter um olhar atento ao currículo do profissional. Certamente, considerar esse documento não será decisivo — visto que avaliar as habilidades comportamentais também é necessário ao contratar um motorista.

Ainda assim, o currículo traz dados relevantes. Por isso, identifique a experiência e histórico profissional do motorista. Dessa forma, você poderá avaliar se ele está apto para a função. Se necessário, peça referências de outros empregadores pelos quais o profissional já passou.

blank

Se a intenção da empresa for contratar alguém que está começando nessa área, a experiência profissional deixa de ser um fator importante. Contudo, é interessante que um treinamento esteja previsto após a contratação. 

5. Faça testes com o candidato

Como dirigir é uma habilidade essencialmente prática, se necessário, aplique testes com os candidatos selecionados. Com isso, é possível saber como ele dirige, as decisões que toma na estrada, se sabe usar tecnologias, como o GPS, entre outros aspectos.

Os testes também podem ser teóricos, voltados para o conhecimento do profissional sobre leis de trânsito e direção defensiva. Avaliar se ele sabe lidar com problemas mecânicos simples que podem acontecer com o caminhão em uma rodovia, por exemplo, também pode ser importante para essa função.

6. Dê atenção especial à entrevista

O último importante passo para contratar o motorista está na etapa final do processo de recrutamento — a entrevista. Esse será o momento em que se torna possível conhecer melhor quem é o candidato, identificando aspectos que não aparecem no currículo.

Por exemplo:

Comportamento 

O recrutador pode observar como ele se porta nessa conversa. Além disso, é possível propor situações hipotéticas que podem acontecer na rotina de trabalho do motorista profissional, perguntando quais atitudes ele tomaria.

Vivência profissional

A entrevista também é importante para que o candidato descreva a sua vivência profissional até então. Dessa forma, você fica sabendo as razões pelas quais ele ingressou nesse tipo de trabalho, como enxerga essa profissão e os desafios já enfrentados, por exemplo.

Aspirações

Toda empresa sabe como os processos de seleção e demissão podem custar caro. Logo, uma alta rotatividade não é um cenário ideal, concorda? Isso porque, além dos trâmites burocráticos, há questões ligadas à adaptação do profissional à rotina da transportadora e treinamentos envolvidos.

Portanto, a entrevista de emprego com o motorista pode tocar nesse ponto. De que forma? Descobrindo quais são as aspirações do profissional em relação à transportadora. 

Ele pretende ter uma carreira longa? Ou está se qualificando em outra área e esse é um trabalho passageiro? Entender esses aspectos pode ser um diferencial para que você decida entre um ou outro candidato. 

Alinhamento à vaga

Mais um ponto central é saber se o caminhoneiro está alinhado ao que a vaga prevê. Ao deixar a oportunidade profissional clara, você evita mal-entendidos e dores de cabeça no futuro. 

Por isso, não deixe de ser transparente nesse processo — e avaliar se o profissional está, de fato, disposto a se tornar um colaborador da transportadora.

Você acabou de conferir os 6 passos para ter sucesso ao contratar um motorista profissional para o seu negócio. Como vimos, ter calma ao realizar o processo seletivo e estabelecer uma série de critérios ajudará a encontrar o caminhoneiro ideal para sua transportadora.

Ao ser cuidadoso na contratação, você monta uma equipe eficiente. E, se o assunto é eficiência, descubra como a gestão de tempo aumentará a produtividade da sua frota!

Outra dica é conhecer iniciativas de contratação especializada de motoristas, como a Motorista PX.