Saiba já como ter o controle de frotas da sua transportadora!

Quem trabalha com transporte de mercadorias sabe que fazer o controle de frotas não é uma tarefa simples. Exigem-se decisões e análises para solucionar problemas complexos. Esses desafios podem ser simplificados atuando com boas práticas e processos eficientes de gestão para que haja um fluxo de atividades com planejamento.

Isso vale para empresas pequenas, médias e grandes, pois é imprescindível a manutenção diária e rotineira da frota para que o negócio se destaque no mercado e não tenha prejuízos.

Por isso, veja neste artigo como cuidar da frota e obtenha ganhos na qualidade dos serviços prestados aos seus clientes. Confira mais abaixo.

Por que o controle e a manutenção da frota são tão importantes para o negócio?

Seguindo a máxima que veículo parado é prejuízo para a empresa, conservar corretamente os veículos traz benefícios relevantes para a transportadora. Entre eles estão a prevenção de multas por faróis queimados, pneus carecas, falta de estepe, seta com defeito.

Porém, há também a questão da segurança, porque um veículo mal conservado pode provocar acidentes de diferentes proporções, trazendo problemas com indenizações, por exemplo.

Além disso, ao fazer a manutenção preventiva nos períodos adequados, você prolonga a vida útil dos automóveis, não sendo necessário comprar novos veículos em um curto período reduzindo, assim, parte dos investimentos que a empresa tem que realizar.

Por consequência, sobrará mais capital para otimizar os processos dentro da transportadora, facilitar o trabalho de todos e levar serviço de qualidade aos clientes.

Como fazer o controle de frotas de forma eficiente?

Auxilie o controle de gastos

Você precisa saber quais são os gastos que sua empresa tem para conseguir manter seu controle — como combustível, manutenção, seguro, sistemas de gestão, funcionários, gastos terceirizados, dentre outros.

Também é importante prever multas e manutenções, pois, dessa forma, conseguirá analisar a importância de cada atividade dentro do custo geral com a frota. Você pode manter esse controle em planilhas ou sistema automatizados para entender em qual lugar poderá reduzir custos ou implementar novas estratégias.

Powered by Rock Convert

Avalie os custos e ganhos

Só é possível saber os custos que a frota tem e os ganhos que ela proporciona se houver um controle na gestão da empresa. E isso pode ser conseguido, principalmente, se houver planejamento financeiro, com metas definidas, redução de custos e otimização dos lucros.

É importante avaliar constantemente as receitas, despesas, faturamentos, lucros, fornecedores, estoques, fluxo de caixa, capital de giro e outras situações.

Invista em tecnologia

Independentemente do tamanho que seja sua transportadora, uma coisa é certa: é preciso adquirir um software de gestão ou planilhas eletrônicas, pois elas vêm formatadas com as principais necessidades gerenciais para que você apenas insira as informações solicitadas.

Com a plataforma é possível gerar relatórios de todas as situações da frota, por exemplo, para definir se precisará aumentar o número de viagens para não comprar mais veículos.

Use o monitoramento

Aproveite o que a tecnologia tem a oferecer. Por exemplo, com o uso de GPS será mais fácil encontrar as melhores rotas, fugir dos obstáculos do trânsito e, ainda, acompanhar os motoristas nos trajetos para orientá-los, proporcionando mais segurança. Mas há tecnologias avançadas de monitoramento em que a transportadora consegue até desligar o veículo a distância.

Proporcione treinamento

Promova treinamento dos funcionários, principalmente dos motoristas, para que tenham boas práticas ao dirigir. Pode ser cursos, palestras, webinars, desde que abordem temas relativos ao dia a dia dos profissionais, como alimentação saudável, evitar determinados remédios ao volante, limite de velocidade e tempo de direção.

Faça planejamento

Faça o planejamento de todos os seus custos, inclusive dos gastos com combustível, que é uma das grandes preocupações dos empresários do setor. Tome as precauções para que não comprometa a qualidade do serviço.

Com a ferramenta de gestão, será possível padronizar o consumo e programar as ações para que o veículo tenha um melhor desempenho. Investindo em mais tecnologia, conseguirá ter um panorama de consumo para uma análise mais aprofundada, bem como de outros gastos.

Para fazer a gestão e controle de frotas, o empresário não pode medir esforços. O futuro de sua empresa dependerá das boas práticas e da tecnologia empregada, para que vise obter parâmetros, métricas e planejamento que aumentem a produtividade e a lucratividade.

Não perca conteúdos sobre a área de transportes: assine nossa newsletter!