COMO CALCULAR O VALOR DE UM FRETE LOTAÇÃO DE FROTA PRÓPRIA?

frete lotaçãoFazer o cálculo do frete da forma correta é fundamental para que a empresa tenha o retorno financeiro esperado com os serviços. Para isso, é preciso saber que existem diversas variáveis que influenciam no resultado e devem ser consideradas na conta. Neste artigo, vamos explicar especialmente como é o caso do frete lotação.

Quer saber melhor como chegar ao valor ideal e como uma ferramenta pode ajudar a otimizar esse processo? Então, continue com a leitura e confira essas (e outras) informações a seguir!

O que é frete lotação?

O frete lotação — também chamado de carga dedicada, fechada ou completa — se caracteriza por se tratar de uma carga que ocupa o espaço do veículo e pertence a apenas uma empresa. Como o nome sugere, as mercadorias do cliente lotam o espaço dentro do caminhão. Ela é diferente do frete fracionado que, nesse caso, diz respeito ao envio de pequenas cargas de múltiplos clientes dentro do mesmo veículo.

Geralmente, no caso do frete lotação, são utilizados veículos de grande porte (como carretas e bitrens) para viabilizar a operação — uma vez que o custo-benefício de se usar esses caminhões em transporte de longas distâncias é maior.

Existem diversos motivos pelos quais um embarcador pode optar por uma carga completa. Entre os principais, estão:

  • o peso ou volume dos itens é suficiente para completar o espaço do veículo;
  • o tipo de mercadoria (ou a exigência do cliente) requer que ela seja transportada sozinha no veículo (como é o caso de cargas perigosas);
  • o tempo de entrega da carga é curto, o que demanda que o veículo vá direto para o destino (sem fazer diversas paradas para descarga, como ocorre no frete fracionado);
  • os custos com separação, manuseio e consolidação da carga não são justificáveis, podendo deixar o frete mais caro no final das contas;
  • cargas com alto valor agregado.

Como ele pode ser calculado?

Como dito, existem diversas variáveis que precisam ser consideradas na hora de fazer o cálculo do frete. Entenda melhor cada uma delas nos tópicos a seguir.

Cubagem

É o fator que está ligado ao volume da carga e é fundamental para identificar o tamanho ideal do veículo e como será feito o cálculo do frete de forma mais justa. Assim, se você opta por cobrar uma carga de colchões, por exemplo, considerando apenas o peso bruto, certamente sofrerá prejuízo.

Peso das mercadorias

O peso bruto também é outro aspecto essencial, visto que ele tem ligação direta com o tamanho (capacidade) do veículo e o gasto com combustível durante a viagem — além disso, também afeta o desgaste dos pneus, necessidade mais frequente de manutenção, entre outros fatores. A regra geral do mercado é calcular o frete com base no quilo transportado.

Frete peso

O frete peso consiste na relação entre o peso bruto e o peso cubado (altura x largura x comprimento x 300). Essa variável é utilizada para saber qual é a melhor forma de cobrar o frete do cliente. Via de regra, as transportadoras que adotam esse cálculo fazem a cobrança com base no maior resultado entre os dois — isso evita aquele prejuízo de cobrar apenas pelo peso bruto, como citamos.

Distância entre a coleta e a entrega

Os custos operacionais da viagem são identificados com base no ponto exato da coleta e da entrega (o que está diretamente ligado ao custo por quilômetro rodado). Além do mais, é preciso saber se haverá mais de um ponto de coleta e entrega — já que isso influencia no trajeto percorrido.

Valor das mercadorias

Saber o valor da carga na nota fiscal é fundamental para compreender o grau de risco ao se realizar o transporte. A cobrança do seguro é feita com base nessa variável, além do fato de que algumas situações demandam proteção extra — é o caso da contratação de escolta armada para cargas valiosas, por exemplo.

Deve-se ter o cuidado de prestar atenção nas situações chamadas de “meia nota”, que consiste em uma prática ilegal, adotada por embarcadores, com o intuito de pagar menos impostos.

GRIS

Consiste em uma taxa ligada ao gerenciamento de risco e que é cobrada independentemente da distância a ser percorrida. O objetivo é cobrir os custos ligados às medidas de prevenção de riscos e combate ao roubo de cargas — envolve os dispêndios com rastreamento, por exemplo.

Ad valorem

É uma taxa cobrada para fins de seguro das cargas. Também chamada de Frete Valor, é cobrada com base em um percentual sobre o valor da Nota Fiscal.

Generalidades

Dada a complexidade do transporte rodoviário, é comum se deparar com situações em que surgem imprevistos e custos não esperados. Com base nos detalhes das viagens, fica mais fácil saber da necessidade de cobrar algumas taxas. Conheça as principais.

Taxa de dificuldade de entrega

É cobrada quando a entrega (ou até mesmo a coleta) é dificultada por fatores externos. Entre os principais:

  • solicitação de agendamento;
  • recebimento fora do horário comercial;
  • permanência do veículo no local por um período acima do previsto.

Taxa de restrição de trânsito

Ocorre quando o transporte é feito para locais em que existe restrição de circulação de veículos de grande porte em determinados dias e horários. É cobrada para cobrir os custos de se planejar uma operação diferenciada.

Quais são os diferenciais da planilha de frete lotação?

A planilha de frete lotação atua como meio de automatizar o processo de formação do preço de frete. Com as fórmulas utilizadas, o empreendedor precisa somente lançar os seus gastos com pneus, abastecimento da frota, despesas fixas da empresa, folha de pagamento dos funcionários e custos de manutenção do caminhão, entre outros.

Ela também possibilita a especificação da margem de lucro esperada por viagem e retorna o valor do frete a ser cobrado para o cliente. As empresas que fazem esse cálculo manualmente sofrem com a falta de otimização do tempo. Por esse motivo, a vantagem dessa ferramenta é a agilidade para estimar os preços, garantindo, assim, que todas as informações estejam corretas.

O cálculo do frete é crucial para que a empresa consiga cobrir os custos operacionais, administrativos e ainda gerar lucro — ao mesmo tempo em que precisa se mostrar uma opção atraente para os contratantes, em um mercado bastante concorrido. Porém, como você pôde ver, a planilha de frete lotação torna a atividade mais ágil e mais acertada.