Publicado em 19/01/ 2022

Logística interna: O que é e quais são as atividades da logística interna

Você já ouviu falar sobre logística interna? Sabe como e onde ela é usada? E você faz uso da logística interna dentro da sua empresa?

A verdade é que, quando se fala em logística, muita gente ainda entende que estamos falando sobre transporte. Mas o termo está cada vez mais disseminado nas empresas e também está cada vez mais clara a sua importância no sucesso e na eficiência das empresas.

Logística envolve muito mais do que o transporte e a distribuição de produtos. 

Com uma boa gestão logística, é possível otimizar todos os processos dentro uma organização, agregar valor aos produtos e serviços, reduzir custos e conquistar e manter clientes. A lista de benefícios é extensa.

Mas do que trata a logística interna?

Logística interna nada mais é do que o fluxo de movimentação interna na empresa.

Vamos explicar melhor:

O que é logística interna?

Logística interna tem a ver com o fluxo de matérias primas e produtos acabados em uma empresa. Ou seja, ao contrário da logística como um todo, a logística interna não considera os processos antes de a matéria prima chegar até a empresa. Também não considera a etapa de entrega do produto final para o cliente.

A logística interna engloba as primeiras atividades dentro da empresa, como o recebimento de matérias primas, até o processo final ainda dentro da empresa, como o processamento de pedidos e expedição.

Também engloba atividades como transportes internos, alimentação de linhas de produção, gerenciamento e controle de estoque de matéria prima e produto acabado.

Em resumo, funciona assim:

  1. Recebimento de materiais;
  2. Armazenamento;
  3. Distribuição interna de materiais;
  4. Alimentação da linha de produção;
  5. Controle de estoques;
  6. Organização de pedidos;
  7. Expedição;
  8. Programação de veículos.

Então, podemos dizer que a logística interna está dentro da logística, englobando fluxos de informação, matéria prima e produtos acabados dentro da empresa.

Toda empresa tem um fluxo interno natural, tendo sido programado ou não. O que diferencia uma empresa da outra é a organização de uma logística interna estratégica e inteligente, de forma que trabalhe a favor da eficiência do fluxo.

Agora:

Quais os benefícios da logística interna?

logistica-interna-quais-os-beneficios

Organizar processos dentro da empresa sempre traz benefícios. Alguns dos benefícios da logística interna são:

  • Permite que todos os produtos sejam movimentados com estratégia de uma unidade de processamento para outra, tornando o fluxo mais inteligente;
  • A mão de obra é melhor aproveitada, gastando menos tempo em processos desnecessários;
  • Consequentemente, promove um aumento da produtividade;
  • Com organização e planejamento dos materiais, é possível ter uma redução de estoques;
  • Criação de rotas internas padronizadas e cíclicas;
  • Mais agilidade;
  • Custos reduzidos de manutenção;
  • Menos quebra de estoque.

Para que todos esses benefícios sejam aproveitados dentro da empresa, as atividades da logística interna devem ser seguidas corretamente.

São elas:

Atividades da logística interna

logistica-interna-atividades

Estocagem

Compreende o manuseio de matérias-primas e produtos acabados: recebimento, descarregamento e organização de forma inteligente. É importante que os produtos sejam estocados corretamente, evitando avarias e perdas. Ainda no processo de estocagem, é preciso que tudo seja organizado de forma que cada material seja facilmente acessado, seguindo o fluxo de produção. É isso que garante maior agilidade.

Embalagem

Em algumas etapas que envolvem transporte interno – como o transporte das peças da linha de produção para o estoque, ou do estoque para a expedição – uma matéria-prima, produto semi-acabado ou acabado, pode sofrer alguma avaria. A melhor forma de evitar prejuízos é investir em embalagens que protejam o produto.

Expedição

A partir dos pedidos de clientes, os produtos devem ser identificados facilmente no estoque e encaminhados para a expedição, para que sejam, faturados, carregados e enviados.

Manuseio e transporte interno

Entre um processo e outro, pode haver situações em que os produtos precisam ser transportados: para separação de pedidos e organização, por exemplo. Esse transporte engloba apenas etapas internas e não o transporte até o cliente.

Gestão da informação

É essencial que as etapas de estocagem, embalagem, expedição e manuseio sejam acompanhadas por um sistema de gestão. O objetivo é produzir informações relevantes para que a empresa identifique e resolva falhas e, assim, se tornar cada vez mais produtiva.

Como garantir que a logística interna seja eficaz

Umas das melhores formas de fazer com que a logística interna, de fato, funcione, é usando a tecnologia. Sistemas de gestão integrado (Enterprise Resource Planning – ERP) são uma ótima alternativa para tornar o processo mais ágil e eficiente.

Além de sistemas de informação, o uso de equipamentos adequados também pode agilizar o processo. Isso possibilita fazer o trabalho em menor tempo e aproveitando melhor a mão de obra. Isso gera redução de custos.

O layout do estoque precisa ser adequado, de acordo com as linhas de produção, e seguro, garantindo não apenas a integridade dos produtos, mas também a segurança da equipe.

Mão de obra treinada também é essencial para o bom andamento de todas as etapas. Uma equipe capacitada pode fazer toda a diferença no andamento e no resultado da logística interna.

Logística interna ou intralogística 4.0

Paralelamente ao surgimento da indústria 4.0, nasce o termo logística interna 4.0. Tem a ver com o auge da digitalização e uso cada vez mais acentuado de maquinaria inteligente e sistemas de informação.

São iniciativas que buscam a máxima redução de custos logísticos.

A logística interna 4.0 abrange:

1. Planejamento:

  • Alinhamento de todas as operações de produção e de armazenagem;
  • Integração entre departamentos: compras, armazenagem, produção, expedição…;
  • Fluxo digital de informações, usando softwares específicos;
  • Layout de estoque, melhorando o uso do espaço, o tempo de manuseio e o número de pessoas necessárias;

2. Automatização de transporte interno:

  • Implantação de automatização em armazéns: sistemas automáticos que aceleram o processamento de pacotes.

3. Robótica colaborativa

  • Uso de robôs, como os braços mecanizados ou máquinas de embalagem, que ficam responsáveis por assumirem uma etapa do trabalho e do esforço no picking e packing.

4. Controle de armazém

  • Implantação de software de gerenciamento de armazém, que possibilita controlar todas as movimentações.

Conclusão

Organização e planejamento são fundamentais dentro de uma organização. Com a logística como um todo, é possível manter um fluxo organizado da entrada e saída de bens e mercadorias.

A logística interna é uma parte integrante do processo logístico e é fundamental para a organização do fluxo interno da empresa. Ou seja, todas as etapas a partir da entrada da matéria prima, até a expedição do produto final depois da venda. Tudo que acontece com as mercadorias dentro da empresa e suas unidades.

Com o crescimento das vendas pela internet diretamente para o consumidor final, a organização desse fluxo logístico se torna cada vez mais importante.

O volume de vendas cresceu e se dividiu em mais cargas fracionadas. Antigamente, a maior parte das fábricas vendia grandes quantidades para o varejo ou para distribuidores, o que, de certa forma, tornava a logística interna mais fácil de ser controlada e organizada.

O boom das vendas online faz com que seja cada vez mais importante que as empresas se estruturem com processos, pessoas capacitadas e apoio tecnológico para manterem uma logística interna que auxilie na produtividade e na lucratividade.

E dentro da sua empresa, a logística interna otimizada já foi implantada?

Guilherme Bitencourt

Guilherme Bitencourt

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe este conteúdo
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
F-azul-transp.png

Seja um assinante Frete com Lucro e receba conteúdos exclusivos.